segunda-feira, 5 de março de 2018

9) ALEGRIA E FIDELIDADE CONJUGAL


9) Alegria & Fidelidade Conjugal

            O assunto do casamento é apresentado ao jovem no capítulo 5. Uma vez que hoje em dia algo em torno de 50% dos casamentos na América terminam em divórcio, a instrução nesta área é muito necessária. A lição anterior sobre a direção do Senhor (capítulo 4:20-27) está bem colocada; nunca poderia ser mais importante do que quando procura por uma esposa.
            Não é errado querer casar-se, pois a Bíblia diz: “Venerado seja... o matrimônio” (Hb 13:4). Também não é errado que um jovem busque uma esposa, pois também diz: “O que acha uma mulher acha uma cousa boa” (Pv 18:22, 31:10; Gn 24). No entanto, milhares de jovens bem-intencionados trouxeram tristeza e desgosto para suas vidas, unindo-se com a pessoa errada. Com isso em mente, o jovem é ensinado em o que deve procurar numa possível esposa, e no que prestar atenção.
            FILHO meu, atende à minha sabedoria: à minha razão inclina o teu ouvido: Para que conserves os meus avisos e os teus lábios guardem o conhecimento. Porque os lábios da mulher estranha destilam favos de mel, e o seu paladar é mais macio do que o azeite; Mas o seu fim é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois fios. Os seus pés descem à morte: os seus passos firmam-se no inferno.” (Pv 5:1-5).
            O capítulo descreve duas mulheres a errada (vs. 3-13) e a correta (vs. 15-21). Uma é chamada de “a mulher estranha” (v. 3) e a outra é chamada de “a mulher da tua juventude” (v. 18). A mulher estranha é mencionada cinco vezes nesta seção de Provérbios, enfatizando a importância de evitá-la. A aparência dela é:

  • Ela é uma tagarela ela tem o “dom de falar demais” (Pv 2:16, 5:3, 6:24, 7:5, 21, 9:15).
  • Ela é independente; Não vivendo na casa de seu pai, mas tendo seu próprio lugar (Pv 2:18).
  • Ela é agressiva, “perseguindo” os rapazes (Pv 6:26, 7:13, 15, 9:15).
  • Ela é “barulhenta” e teimosa não se caracteriza pela submissão (Pv 7:11 “não manejável”, 9:13 “ruidosa”  JND)
  • Ela não é trabalhadora. Nunca é mencionado dela o trabalhar com as mãos, enquanto que as mãos da mulher virtuosa são mencionadas sete vezes (Pv 31:10-31). Ela é caracterizada como alguém que vive sentada (Pv 9:14).
  • Ela se veste de maneira mundana com roupas e cosméticos (Pv 7:10, 16-17).
  • Ela não sabe como lidar com  dinheiro (Pv 7:20).
  • Ela pode agir espiritualmente quando necessário, tendo tido alguma formação religiosa (Pv 2:17, 5:14, 7:14).
  • Ela tem moral desonesta (Pv 7:17-18).
            Uma coisa importante para se encontrar uma “ajudadora” é saber o que procurar nela. Cada pessoa dá um indicador da sua personalidade. Devemos, portanto, aprender a ler esse indicador. Apontar as características da mulher da qual o jovem deve ficar longe, será de ajuda para aguçar seu discernimento.
            É interessante que entre as duas mulheres neste capítulo está a solene realidade: “Quase que em todo o mal me achei no meio da congregação e do ajuntamento” (Pv 5:14). Isso mostra que você poderia facilmente se aproximar da pessoa errada na congregação dos santos! Você não tem nenhuma garantia de que, uma vez que uma jovem vem às reuniões bíblicas, ela automaticamente se tornaria uma boa esposa.
            Então, na última parte do capítulo, o jovem é instruído sobre a relação que deve existir entre o marido e a mulher (Pv 5:15-21). A santidade e a fidelidade são consideradas como as chaves para um casamento bem-sucedido (Pv 5:15-21). É claro que o Senhor deve primeiro ser o Objeto de ambas as pessoas. O que deve marcar “a mulher da tua juventude” é:


  • Ela tem interesse nas coisas divinas (Pv 31:30).
  • Ela reconhece o senhorio de Cristo (1 Co 7:39).
  • Ela permite que você tome seu lugar dado por Deus como líder na relação (1 Co 9:5).
  • Ela tem um espírito manso e quieto (1 Pe 3:3-6).
  • Ela não está ocupada em se enfeitar, mas sabe como aparentar bem (1 Tm 2:9-10, 1 Pe 3:3-5, Pv 31:22).
  • Ela é trabalhadora, diligente sabe cozinhar e costurar, etc. (Pv 31:13-15, 19).
  • Ela pode manejar o dinheiro sabiamente (Pv 31:11, 16, 24).
  • Ela apoia o serviço de seu marido para o Senhor (Comp. Pv 31:8-9 com 31:20).
  • Ela tem princípios morais corretos (Pv 5:19).

            O exercício para o jovem é aprender a identificar uma jovem piedosa de uma mundana alguém que será uma ajuda em sua vida de uma que não será. O exercício de observar certos traços desejáveis e indesejáveis em uma jovem pode ser empreendido muito antes de um jovem casar-se. Assim, nosso poder de discernimento será aguçado.
            Ao final do capítulo, o jovem é advertido do julgamento governamental relacionado com a infidelidade no casamento (Pv 5:22-23).

Nenhum comentário:

Postar um comentário