segunda-feira, 5 de março de 2018

DIVISÃO II - PROVÉRBIOS DE SALOMÃO (CAPÍTULOS 10:1-22:16)


DIVISÃO II
(Capítulos 10:1-22:16)

Provérbios de Salomão

            Agora há uma mudança no estilo dos provérbios. Os capítulos 1-9 eram discursos instrutivos, enquanto que aqui nos capítulos 10:122:16 temos provérbios. A sabedoria nos capítulos 1-9 foi dada principalmente em uma série de versículos que tratam de um assunto ou lição, mas a partir de agora, em provérbios de um versículo.
            Observe que esta seção começa com a frase “Os Provérbios de Salomão” (Pv 10:1). Este não é um provérbio, mas um título para esta nova seção na qual estamos entrando. Esta seção se estenderá até o capítulo 22:16, com 375 versos no total. É interessante que o valor numérico deste título (atribuindo um número para cada letra do alfabeto hebraico) seja exatamente 375! Esta divisão do livro tem duas partes: a primeira, dos capítulos 10 a 15 e a segunda, dos capítulos 16 a 22:16.

Paralelismos Contrastantes 
(Capítulos 10-15)

Nesta seção, Salomão nos ensina sabedoria por meio de contrastes. Cada provérbio de um versículo tem duas partes contrastantes (com algumas exceções), muitas vezes separadas pela palavra “mas”. A segunda parte do provérbio reitera a verdade num sentido negativo, isto é, o sábio faz isto, mas o tolo faz aquilo. Elas são chamadas Paralelismos Contrastantes. Muita verdade prática pode ser aprendida comparando a verdade com o erro.
Esta parte da Divisão II (capítulos 10-15) tem 184 versos contrastando estilos de vida justos e ímpios. Ele trata a relação causa/efeito do comportamento humano básico e o seu inevitável resultado. Os principais temas são:

  • Sábio e tolo
  • Justiça e iniquidade
  • Ricos e pobres
  • Obediência e desobediência
  • Honestidade e desonestidade
  • Orgulho e humildade
  • Paz e conflito
  • Amor e ódio
  • Verdade e engano
  • Piedade e impiedade
  • Diligência e preguiça
  • Sucesso e fracasso

Três Tipos de Tolos em Provérbios

            A comparação mais frequente em Provérbios é entre sabedoria e tolice (cerca de 75 versos). O tolo em Provérbios não é uma pessoa que não tem poderes mentais, mas um que os usa mal. Não é que ele não raciocina, mas que raciocina erroneamente. Uma observação geral sobre este assunto é que a “tolice” parece ser as ideias e raciocínios absurdos de um tolo; enquanto que a “loucura” parece ser seus atos absurdos.
            Existem três tipos de tolos em Provérbios, indicados no uso de três diferentes palavras hebraicas.

  • Kes-eel Ele é autoconfiante (Pv 14:16, 26:5, 12, 28:26, 29:20). Ele despreza negligentemente o conselho de outros, especialmente de seus pais (Pv 1:22 e 32 [‘prosperidade’ é complacência], 8:5, 10:1, 15:20, 17:16, 21, 25, 18:2, 19:13, 23:9.) Confiante em si, está cheio de seus próprios pensamentos e opiniões (Pv 12:23, 14:7, 15:2, 7, 18:2, 7, 26:7, 9, 11, 20).Essa, talvez, seja uma descrição de um tolo jovem. 
  • Ev-eel – É uma palavra usada com menos frequência. Ele recusa o conselho porque ele está endurecido, decidido em seus próprios caminhos e não pode ser corrigido (Pv 1:7, 7:22, 10:21, 12:15, 14:9, 15:5, 27:22). Ele está irado e ama uma contenda (Pv 12:16, 20:3, 27:3, 29:9) Ele também expõe suas opiniões (Pv 10:8, 17:28). Isso, talvez, seja a descrição de um tolo velho, porque leva tempo para se endurecer nos seus caminhos.
  • Nabal É uma palavra usada apenas três vezes e representa uma pessoa vil e corrupta. J. N. Darby traduz esta palavra como “vil”.


            Os assuntos nestes capítulos são agrupados de uma forma desprendida. Os temas gerais são:
  • Capítulos 10-11 - Recompensas por conduta.
  • Capítulo 12 - Honestidade & bondade.
  • Capítulo 13 - Os perigos do ódio e da violência.
  • Capítulo 14 - O sábio e o tolo.
  • Capítulo 15 – Ordenando nosso linguajar apropriadamente.

Paralelismos Complementares 
(Capítulos 16-22:16)

            Quando chegamos ao capítulo 16, há uma mudança sutil nos provérbios de um versículo de Salomão. Nos capítulos 10-15, os provérbios eram paralelismos contrastantes, mas eles cessam agora, e dão lugar a um tipo diferente de provérbio. Em vez da segunda parte do versículo contrastar com a primeira parte, ela passa a complementar a primeira parte. Reafirma a verdade da primeira parte, expressando o mesmo pensamento de maneira diferente, reforçando seu significado ou completando o pensamento. Estas são chamadas Paralelismos Complementares. Observe que o “mas” quase não aparece nesta seção. Esse estilo de provérbio continua do capítulo 16 até o capítulo 22:16, com algumas exceções. (O último verso do capítulo 15 pode começar este grupo de máximas, pois é um paralelismo complementar).
            Os assuntos nestes capítulos também são agrupados de uma forma mais livre. Os temas gerais são:
  • Capítulo 16 - Os planos do homem e a soberania de Deus.
  • Capítulo 17 - Conflito & paz.
  • Capítulo 18 - A loucura do egocentrismo.
  • Capítulo 19 - O rico & o pobre.
  • Capítulos 20 - 22:16 - Justiça & iniquidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário